Utilização das abelhas indígenas na educação ambiental

Abelhas indígenas – Conhecer para preservar

Por Felipe Furtado Frigieri / Nosso Bem Estar Itapetininga

Quando pensamos em  abelhas muitas vezes associamos acidentes em decorrência das picadas que as mesmas utilizam para a defesa da colmeia, porém existe um grupo de abelhas nativas que possuem o ferrão atrofiado e são incapazes de ferroar ,denominadas de abelhas indígenas. As abelhas indígenas tem uma  enorme importância econômica e ecológica pois durante as visitam às várias  espécies de plantas para a coleta de pólen, néctar e resinas, cumprem um importante papel ecológico na natureza, a polinização.  Sem polinização, as plantas não produziriam sementes e frutos, e não se reproduziriam para garantir o crescimento e a sobrevivência da vegetação  nativa, ou seja,  a produção de alimentos seria menor.  Se  por um lado as abelhas são fundamentais para a sobrevivência das plantas, estas são imprescindíveis para a sobrevivência  das abelhas, já que lhes oferecem alimentação e moradia.

Felipe_Furtado

Dessa forma, as abelhas sem ferrão são peça chave na manutenção  de diversos ecossistemas onde ocorrem, sendo importante o  desenvolvimento de estratégias para a sua preservação e divulgação. Uma das  maiores ameaças para esses insetos é o desmatamento, pois  muitas espécies necessitam de árvores ocas para nidificação,  além disso, o uso abusivo de defensivos agrícolas em plantações é  outra ameaça constante. Diante desses fatos, o Colégio Objetivo de Itapetininga construiu nas dependências do Parque Ecológico um meliponário para a realização de estudos e aulas teóricas e práticas sobre as abelhas indígenas sem ferrão, inserindo nas crianças e adolescentes a importância desses insetos  do ponto de vista ambiental, econômico e cultural. No meliponário instalou-se quatro caixas de abelhas nativas de três espécies diferentes, sendo uma de jataí, uma de mirim-guaçu e duas de mandaçaia. Todas mansas e ideais para a prática da educação ambiental.

utilização de abelhas nativas como ferramenta na educação ambiental

Crianças conhecendo um pouco do incrível universo das abelhas nativas.

 

Fonte: http://itapetininga.nossobemestar.com/posts/735-abelhas-indigenas

Sobre Felipe Furtado Frigieri

Engenheiro florestal graduado pela ESALQ-USP. Interessado em discutir temas relacionados a arborização urbana, restauração florestal de ambientes degradados, horta urbana, reciclagem, criação de abelhas nativas, entre outros. @felipefrigieri
Esse post foi publicado em Tema Livre. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Utilização das abelhas indígenas na educação ambiental

  1. Silvio Lopes disse:

    Caro Felipe, tenho uma colmeia de jataí em minha casa e fui surpreendido com um ataque de abelhas pilhadeiras. Tive um trabalhão para derrotá-las, pois fiquei o dia todo de plantão, matando uma a uma até que desistiram. Gostaria de ter informações sobre as pilhadeiras e como combatê-las. Um abraço!

    Curtir

  2. nosavessos disse:

    gostaria de saber se no mes de dezembro elas enxameia

    Curtir

Deixe uma resposta para Silvio Lopes Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s